Entrevista de emprego: Saiba como responder as questões mais complicadas desse processo seletivo

A entrevista de emprego pode ser um momento aterrorizante para muita gente. Não
só pelo fato de representar a conquista (ou não) de uma vaga, mas também por conta
de muitas perguntas que os recrutadores fazem.

Existem algumas questões mais complexas que sempre são aplicadas nesse tipo de
situação. E elas não são feitas de forma despretensiosa.

Na verdade, elas visam justamente ver se o candidato serve ou não para o cargo.

Para não cair nessas pegadinhas e se dar bem em qualquer processo seletivo, é
preciso estar preparado para responder não só as questões simples, mas as
complicadas também.

Pensando nisso, reunimos nesse post, algumas das perguntas mais complicadas da
entrevista de emprego, e como respondê-las.

Confira!

Perguntas difíceis na entrevista de emprego: Veja quais são e como responder a elas!

Perguntas difíceis na entrevista de emprego
Perguntas difíceis na entrevista de emprego

1. Onde você se vê daqui X anos?

Não, o recrutador não quer testar sua capacidade de ver o futuro. Na verdade, certamente ele
quer saber se você possui a capacidade de se planejar por longos períodos de tempo.

O ideal é que você responda, posteriormente, algo relacionado a sua profissão e ao cargo que almeja,
mas, sem parecer pretencioso demais. Você pode responder, por exemplo, que deseja
fazer um curso de especialização ou estar trabalhando com um time vencedor.

Também vale citar algo de leve sobre a vida pessoal, como estar com a casa própria.

2. Quais são seus principais defeitos?

Essa é uma pergunta delicada da entrevista de emprego, no entanto, que precisa ser respondida
com calma. O recrutador não quer ouvir clichês como perfeccionismo.

Você precisa falar algo que realmente seja um ponto a ser melhorado, mas que não
prejudique sua imagem profissional. Falar, por exemplo, que você não consegue
trabalhar em equipe é um grande erro.

Responda algo mais subjetivo, como timidez. E sempre, acima de tudo,  justifique a sua resposta
dizendo que você já está trabalhando para resolver o quanto antes esse defeito.

3. O que você fez nesse período sem trabalhar?

Em hipótese nenhuma responda “Nada”. Mesmo que você não tenha feito nenhum
curso ou tido trabalhos temporários, responda algo que mostre sua preocupação em
não estagnar.

Uma boa alternativa é responder que você usou esse período para reordenar a sua
vida pessoal e repensar a sua carreira. E que hoje você se sente confiante na trilha
que escolheu.

4. Cite um erro que você cometeu no trabalho e o que aprendeu com
ele

Essa é uma pergunta, em resumo, que deixa muita gente em apuros. Afinal de contas, a maioria
das pessoas vai lembrar apenas daqueles erros gigantes que cometeram.

Aqui, também vale apostar em uma resposta mais subjetiva, sem comprometer o seu
perfil profissional.

Você pode falar, por exemplo, que por conta de uma semana atarefada, em resumo, acabou tendo
uma falha emocional. E, com isso aprendeu a usar de forma mais eficaz a inteligência
emocional e que hoje sabe controlar as suas emoções com tranquilidade.

5. Porque você acha que devemos te contratar?

Nesse tipo de pergunta, no entanto, ressalte a sua experiência e suas qualidades técnicas para a
vaga. Isso fará o recrutador ver todo o seu potencial como candidato, aumentando
suas chances de contratação.

Conclusão

Essas são apenas algumas das possíveis perguntas complicadas que podem cair em
uma entrevista de emprego. Não deixe de estudar essas e outras questões e boa
sorte!

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *